quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Balanço Final - Resposta a Comentário



Relativamente à solicitação do anónimo do dia 15 de Setembro às 19:44,comentando o artigo – Balanço dos Compromissos Assumidos em 2005 – Publicado a 14 de Setembro, o PSD de Vila do Bispo vem, no geral, responder às dúvidas apresentadas nas diversas áreas e elucidar, para que dúvidas não restem, que muito foi feito e muito irá ainda ser feito.


Senão vejamos:

A construção da Creche de Budens é bem visível neste momento (com uma capacidade para 66 crianças dos 0 aos 3 anos), estando também feito o projecto da Creche de Vila do Bispo. Foi, igualmente, manifestado o apoio da Câmara Municipal à Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo para a criação da Creche em Sagres, apoio este traduzido na garantia de disponibilização, no âmbito da candidatura feita pela referida entidade ao Programa PARES, de 65.000 euros, correspondentes a 30% do investimento.


No âmbito dos jardins de Infância, o de Sagres e o de Budens foram remodelados, ampliados e equipados; e o da Vila do Bispo foi remodelado, equipado e feito o parque infantil, para além das actividades de tempos livres.


Ao nível das escolas primárias, a P3 de Sagres foi remodelada, ampliada e alvo de arranjos exteriores, foram também criadas 4 salas de aula autónomas, biblioteca e sala de informática, parque infantil, pólo desportivo descoberto e o recinto foi vedado. Em Vila do Bispo foi a escola remodelada, incluindo refeitório, criados acessos e sanitários para crianças com mobilidade condicionada, arranjos exteriores, criação de espaço lúdico infantil e zona de jogos e foi também vedado o recinto. Na escola da Salema foi a mesma alvo de remodelação e equipada. A de Budens tem o projecto preparado para ampliação e remodelação da mesma, com a criação de mais uma sala de aula e sala de apoio e refeitório. A escola primária de Burgau foi remodelada, ampliada, equipada, vedada e reparado o campo de jogos. Em Barão de S. Miguel, a escola foi vedada, a sala remodelada, tendo sido também criado um refeitório e arranjos exteriores. A tudo isto acresce que todas as crianças têm alimentação diária nos JI e nas escolas do 1.º ciclo, transporte escolar, alargamento de horário até às 17 horas nos JI e actividades de enriquecimento curricular nas escolas primárias. Para além disso todas as escolas foram alvo de apetrechamento ao nível do equipamento informático e vão continuar a ser reforçadas, nomeadamente com o equipamento de quadros interactivos.


Relativamente às colectividades e clubes desportivos houve sucessivamente, em todos os anos, a atribuição de apoios financeiros vários, quer das actividades regulares, quer das iniciativas pontuais, de acordo com o Plano de Apoio ao Associativismo Desportivo e Cultural. Para além disso, foi remodelado o edifício sede do Clube Praia da Salema, foi remodelado e apoiado o Pavilhão de Festas da Sociedade Recreativa de Barão de S. Miguel (com o apoio da Câmara Municipal), foi remodelada a sede da Sociedade de Instrução e Recreio de Budens (com o apoio da Câmara Municipal), foi assinado com a Junta de Freguesia da Raposeira o protocolo de financiamento para a ampliação e remodelação do edifício sede e da Sociedade Desportiva e Cultural da Raposeira e está executado o projecto da nova sede do Clube Recreativo Infante de Sagres (para ser implementado em simultâneo com a construção do Pavilhão Multiusos). De referir que, para além do mencionado, todas as competições desportivas de atletismo, do surf, do futebol, bodyboard, karaté, petanca, windsurf, kickboxing, entre outras, levadas a efeito no concelho têm merecido o apoio logístico e financeiro da Câmara Municipal, de forma expressiva. Foram igualmente apoiadas as colectividades culturais, das mais variadas formas, quer com o transporte, apoio financeiro, logístico ou de edição de CD.


Chegados à temática da 3.ª idade, está em construção, e ficará concluído até ao final do ano, o Lar da 3.ª Idade de Budens, cujo balanço e capacidade é do conhecimento público, num investimento de 2 milhões e 600 mil euros, equipamento que reforçará o apoio aos idosos e que vem complementar os equipamentos já existentes, nomeadamente o Centro de Dia de Barão de S. Miguel (obra da Câmara Municipal), Centro de Dia da Figueira, e Lar e Centro de Dia da Santa Casa da Misericórdia em Sagres e Vila do Bispo, respectivamente. Obra física. Porque ao nível da obra social, não poderemos esquecer a criação do cartão do idoso, o apoio aos medicamentos a doentes com doenças crónicas, subsídio de 50% nas rendas e o apoio alimentar aos mais carenciados, para além dos processos de realojamento habitacional que já contemplaram 13 famílias.


Em termos de Património, a autarquia encetou várias diligências institucionais pressionando as entidades responsáveis para a reparação da Fortaleza de Sagres, do Forte do Cabo de S. Vicente e da Capela N.ª Sra. da Guadalupe, que são hoje um processo concretizado - nomeadamente a Sra. da Guadalupe e o Forte de S. Vicente - e em execução - a Fortaleza de Sagres. Está também elaborado o projecto de ordenamento da envolvente ao Cabo de S. Vicente e ao Forte do Beliche. A Câmara Municipal recuperou e remodelou muito do seu próprio Património, como são os casos do antigo mercado, hoje transformado em Centro de Interpretação, os antigos armazéns, hoje transformados num Arquivo Municipal, o antigo edifício sede do Clube de Vila do Bispo, hoje transformado em Espaço Internet e Centro de Formação, o Centro Cultural de Vila do Bispo, edifício abandonado durante 14 anos. Foi também inaugurada no passado mês de Junho a estátua do Infante D. Henrique, ícone histórico do nosso concelho, também em si Património. De referir que a Câmara Municipal tem apoiado financeiramente e de forma expressiva a recuperação e a conservação do património religioso, designadamente a nova igreja de Sagres, a Igreja da Raposeira / reparação do retábulo, a Capela das Hortas do Tabual, a Igreja de Budens, a Capela de Santo António em Budens, a Igreja de Barão de S. Miguel e a Igreja de Burgau.


Na área da habitação social: 21 fogos na Rua José Luís Júnior (Sagres), infra-estruturas de 15 lotes municipais na Roça do Veiga (Sagres), 21 fogos na Senhora do Âmparo, mais 17 no Sitio da Eira, mais 4 na Rua Fernando Coutinho e mais 1 no Sitio das Eiras (Vila do Bispo) e 11 lotes na Portela da Igreja com infra-estruturas em execução (Barão de S. Miguel). Previsão de 47 lotes no âmbito do PP da Figueira. O Plano de Urbanização de Vale de Boi encontra-se em execução, tendo por objectivo também a criação de um núcleo de habitação. O PIER da Raposeira com o objectivo de definição da construção e habitação em espaço rural. No Plano de Urbanização de Vila do Bispo estão previstos mais 27 fogos.

Até ao momento foram executadas na zona industrial a remodelação de todas as infra-estruturas exteriores da zona industrial de Vila do Bispo, incluindo pavimentação dos arruamentos, a viabilidade da ampliação ou criação de um novo núcleo, estando ainda previsto desenvolver a área empresarial de Barão de S. Miguel.


Tal como referido no início, são constatações e factos gerais, sem esquecer de que muito do que existia estava em estado avançado de degradação.

6 comentários:

gemeo-envergonhado disse...

EU VI
EU SINTO
EU ACREDITO

Obrigado Gilberto Viegas e a todos que o acompanharam ao longo de estes Anos, para que tudo fosse possível.

A POPULAÇÃO VAI RECONHECER O VOSSO ESFORÇO.

VAMOS TODOS VOTAR
PSD
E QUEM VAI GANHAR.... É O CONCELHO....

Anónimo disse...

É VERDADE
Quando Gilberto Viegas tomou posse como Presidente deste Concelho.
O CONCELHO ERA UM MONTE DE CALHAUS E LAMA, TUDO DEGRADADO.
HOJE
Tenho orgulho de viver no meu Concelho, muita obra tem sido feita, e acredito que muita mais obra será feita no próximo mandato.
Viva Gilberto Viegas
Viva o PSD
A vitória é certa.
EU VOTO
PSD

Anónimo disse...

Não é que nos incomode as intervenções do Sr.Victor Lourenço, mas como Provedor da Santa Casa, deveria se remeter ao anonimato e não interferir na Politica partidária.
Porque ele enquanto Provedor é o responsavel máximo de uma Instituição de todos e para todos, por isso tem o dever de se dar bem com todos os Candidatos à Autarquia, para o bem da Santa Casa.
E ele deveria ter a humildade de deixar as politiquices para trás e dedicar-se somente ao que mais interessa.
Quanto ao Adelino, para este, serve também o mesmo. Já que é o Presidente dos Bombeiros e quis ser candidato à Autarquia, então também deveria ter renunciado ao cargo na Associação Humanitária.

Tanto um como o outro, deveriam ter tido este bom censo, não o fizeram e assim demonstraram uma total falta de responsabilidade para com as Instituições e para com os Associados. Quem vai no futuro sofrer com esta irresponsabilidade é a Santa Casa e a Associação Humanitária dos Bombeiros.

Assina: Uma pessoa que nada tem com partidos.

Anónimo disse...

Concordo com o Sr anónimo das 17:51
Fala e disse muito bem.
Quem vai no futuro sofrer com esta irresponsabilidade é a Santa Casa e a Associação Humanitária dos Bombeiros.

Ora sendo esse o caso porque que razão não se corre com esses incompetentes de lá para fora?

E O MAIS BREVE POSSÍVEL.

Anónimo disse...

Então Assildo tanta boca que mandavas e quando chegou a hora da verdade fechaste-te em copas?
Belo tranpiqueiro me sais-te.

EU JÁ NÃO TE ATENDO O TELEFONE MAIS.

E ESCUSAS DE VIR PARA CÁ ME CHATEAR PARA NÃO IR VOTAR, a minha mulher já nem te pode ver.

Tiveste a oportunidade no comício da Salema de falar bem alto o que te vai na alma.
Não o fizeste.....PORQUÊ ?

Leva-me agora a crer que tudo que dizes não passam de calúnias, és um mentiroso, um mexeriqueiro cobarde.

PARA TUA INFORMAÇÃO EU E A MINHA FAMÍLIA VAMOS TODOS VOTAR PSD.... PARA TUDO.

Força Gilberto és amado e estimado na tua Terra Natal

Ana Paula disse...

Olá bom dia !
Felicidades , gostei de participar neste blogue.
Foram sempre muito simpáticos comigo.
Um beijinho sincero a todos.

Ana Paula Navarro Queiroz Palma